Hino do município de Senador Guiomard

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Senador Guiomard
Letra por Luiz Carlos de Araújo Fernandes
Melodia por ?


A ti vieram em outrora
Homens de nobre tino
Dos Estados mais diversos:
Era o povo nordestino.
 
Gente essa que te tornou
Terra amável, flor tulipa;
Terra amada, camomila,
Quando ainda engatinhava
Pequenina, ainda vila.
 
Os teus filhos te veneram,
Terra amada, amada amante.
Corresponde a esse amor
Com amor mais radiante!
 
Vileta fostes, enfim.
Saudades guardam de ti.
Porém, firme sobrevive
Igual coqueiro buriti,
A alcunha imortal
De vilinha Quinari.
 
Tão pequena, tão princesa,
Tão amada, tão menina.
Extraíram-lhe o apelido
De uma árvore: a “Quina-quina”.
 
És, graças a tua gente,
Um município de figura,
Que construiu economia
No suor da agricultura.
 
Tens ainda o comércio
Como fonte econômica,
Por ser vário e preciso
À rotina gastronômica.
 
De vilinha a município
Vai em frente sem regresso,
Pois és sol que alto brilha
No horizonte do progresso.