Hino do município de Tanabi

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Tanabi
Letra por
Melodia por ?
Autoria de João de Melo Macedo e Sílvio Bertoz



Foi um bom caiapó batizado
Com seu nome de timbre cristão
Quem primeiro deixou desbravado
Este nosso longínquo rincão.

E, ao seu rancho outros mais se juntando
Na colina de aquém jataí,
Foram logo um povoado formando
Onde iria Surgir Tanabi...

Rio das divinais borboletas
- Diz seu nome em Tupi-Guarani,
E, é assim que a decantam seus poetas:
Tanabi! Tanabi! Tanabi!

Um cruzeiro e uma humilde capela
Abençoam a linda esplanada
Em que, após, promissora e tão bela,
A cidade seria implantada

Ela, pois, já nasceu altaneira,
Sob a terna e feliz proteção
De uma excelsa e gloriosa padroeira
Nossa Senhora da Conceição.

Rio das divinais borboletas
- Diz seu nome em Tupi-Guarani,
E, é assim que a decantam seus poetas:
Tanabi! Tanabi! Tanabi!

Desde então, um progresso seguro,
Até hoje só louros conquista
E, desvenda um brilhante futuro
A esta jóia do Oeste Paulista.

O café, dentre outras lavouras,
E, a pecuária, em recursos potentes,
Deram bases as riquezas vindouras
De um comércio e uma indústria crescente.

Rio das divinais borboletas
- Diz seu nome em Tupi-Guarani,
E, é assim que a decantam seus poetas:
Tanabi! Tanabi! Tanabi!

Basta, agora, que os níveis de ensino,
Até mesmo de grau superior,
Venham dar amplitude ao destino
De seus jovens de brio e valor.

Tanabi é uma urbe moderna,
Em que todos nós damos as mãos.
Tanabi, ó cidade fraterna
Que a nós todos transforma em irmãos

Rio das divinais borboletas
- Diz seu nome em Tupi-Guarani,
E, é assim que a decantam seus poetas:
Tanabi! Tanabi! Tanabi!