Hino do município de União Paulista

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de União Paulista
Letra por Conceição Aparecida Camilo Rossini
Melodia por Renato R. Marques


Foi em mil novecentos e vinte quatro
Que sua história começou
Com a chegada de um mineiro destemido
Que pra São Paulo viajou

Foi Martiniano Antonio Rodrigues
Que nessas proximidades chegou
De um carro de boi, sua mudança tirou.
E nas margens do Ribeirão acampou

Quando aqui chegou
Num gesto de bondade
Doou suas terras
Pra fundar uma cidade.
E o que era sonho realidade se tornou
Da mata virgem uma cidade levantou

Quatro anos se passaram
Com muita emoção
Em vinte e três de agosto
Formava-se União

Cantemos com emoção
E alegria ao Turista
Viva, viva União Paulista.
(bis)

E a história continua
Construiu-se uma capela
Em fevereiro de trinta e três
Foi inaugurada pelo Padre Fidélles

Ai veio o grupo escolar
Oh, que grande felicidade.
O povoado foi crescendo
Com amor e dignidade

Em mil novecentos e cinqüenta e um
Tudo estava tão bonito
União foi se formando
De povoado passou a Distrito

Em mil novecentos e sessenta e quatro
A primeira eleição é vista
Assim foi criado município
Com nome de União Paulista

Em vinte e um de março
Todo povo se agita
Para saudar União Paulista
Oh, cidade amada, tu és maravilhosa.
Viva, viva cidade das Rosas.

Refrão