Hino do município de Vera Cruz do Oeste

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Vera Cruz do Oeste
Letra por Sebastião Lima e José Carlos Pereira
Melodia por Ferdinando Verdério


Vera Cruz, és do Oeste o celeiro
Onde afloram riquezas sem par
E na luta o audaz pioneiro
Demonstrou sua fibra e vigor
São Francisco e o Rio Braço Forte,
Estas glebas sempre a irrigar,
Representam, do solo o suporte,
Pra semente do chão germinar,
Qual a estrela de intenso fulgor,
Vera Cruz do Oeste nasceu
Vilas Boas, o seu fundador,
Esse nome feliz escolhe
Hoje és minha terra querida
O Orgulho maior para nós,
E esta homenagem de amor e de vida
Cantaremos a uma só voz.

Como adoro, esta paisagem
Este céu de puro anil,
Desejo com esta mensagem,
Exaltar, os teus encantos mil
E lembrar que na mata agreste,
Da planura outrora deserta
Emergiu Vera Cruz do Oeste
Com a grandeza de cívica oferta.

Como a soja, o milho e algodão
E outras riquezas sem par
Com labor e determinação
Todos podem viver e lutar
Hó bondosa Santa Catarina,
Nos ampare e nos dê proteção
Que este rincão, que a todos fascina,
Seja eterno, em nosso coração
Vinte e cinco de novembro ficará
Inserido em nossa história
A mostrar, que em nosso Paraná
O ideal é o caminho da glória,
Vera Cruz do Oeste, eu te amo
Hás de ser sempre meu bem querer,
E orgulhosamente proclamo
Sou teu filho e por ti vou viver.

Como adoro, esta paisagem
Este céu de puro anil,
Desejo com esta mensagem,
Exaltar, os teus encantos mil
E lembrar que na mata agreste,
Da planura outrora deserta
Emergiu Vera Cruz do Oeste
Com a grandeza de cívica oferta.