Hino do município de Viadutos

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Viadutos
Letra por Ana Diva Nilson e Neiva Teresinha Bellé
Melodia por Ana Diva Nilson e Neiva Teresinha Bellé

Quando passares pelo norte do Rio Grande
Lindas planícies com sua rica plantação,
Tem a certeza, nesta hora estás chegando
Em bela terra sem pedir informação.

Se tiver montes, vales, rios e erva-mate,
E açudes que convidam a pescar,
Este lugar, tu podes crer, é Viadutos
Então, vem este povo visitar.

Os imigrantes, italianos, poloneses
Aqui chegaram e também se instalaram
E com bravura, com coragem e amor
Edificaram pontes para vir o trem.

E derramaram tantos rios de suor
Em seu trabalho muito duro e pesado
E desmatando, desbravando e construindo,
Desenvolveram um pedaço do estado.

Sente o calor do abraço viadutense,
um povo ordeiro que é por Deus abençoado
E com carinho chamam de terra das pontes,
O nosso orgulho, capital do Boi Recheado.

Se Viadutos é pequena aos olhos teus,
É, simplesmente, por não ter grande extensão
Mas tudo aquilo que se planta e se colhe
Vai para a mesa, pois é grande a produção.

Quem bebe água que nasceu desta vertente
E os bons pratos que sabemos preparar
Pode ir bem longe, mas nós temos a certeza,
Em Viadutos, muito em breve vai voltar.

E, se não basta, atenção, ainda digo:
Não há perigo, não irá faltar o pão
O solo é fértil, o sol brilha, a água verte,
O povo é simples como é feita esta canção.