Irmãa, o meu amigo

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Irmãa, o meu amigo
por Vasco Gil


Irmãa, o meu amigo,
que mi quer ben de coraçón
e que é coitado por mí,
se Nostro Senhor vos perdón,
     treide-lo veer comigo,
     irmãa, o meu amigo.

Irmãa, o meu amigo
que sei que me quer maior ben
ca si nen ca seu coraçón,
fazede por mí ũa ren:
     treide-lo veer comigo
     irmãa, o meu amigo.

Irmãa, o meu amigo,
que mi quer melhor ca os seus
olhos e que morre por mí,
que vos amostr'o vosso Deus,
     treide-lo veer comigo,
     irmãa, o meu amigo.