Mandastes vosso filho desejado

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mandastes vosso filho desejado
por Manuel Botelho de Oliveira


Ao mesmo senhor, mandando a seu
filho Dom Rodrigo de Lancastro
para a Índia

Mandastes vosso filho desejado
Aos perigos do pélago espantoso,
Porém Tétis, amando o gesto airoso,
Fará que nunca o mar seja alterado.

Nesta ausência cruel, avantajado
No serviço Real, por generoso,
Abalo vos não faz o amor queixoso,
Nem vos perturba o sangue magoado.

Vosso peito fiel ao Rei descobre
Que sois varão de ilustre fortaleza,
Para que com valor virtudes obre.

Pois em vós com plausível inteireza
É mais forte que o filho a Pátria nobre,
Mais o afeto leal, que a natureza.