Mandays-me de la pedyr

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mandays-me de la pedyr
por Garcia de Resende
Poema publicado em 1516 no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende.


De garçia de rresende, estando el rrey em almeyrym, a manuel de goyos qu'estava por capitam na myna e lhe mandou pedir que lhe escrevesse novas da corte, as quaes lhe manda.

Mandays-me de la pedyr
que de qua vos mande novas,
e eu ssoo por vos servyr
vos quys fazer estas trovas
que vos mataram de rryr.
e nysto vereys, senhor,
se he vosso servydor
quem foy tomar tal cuydado,
estando tam desviado
de cuydar qu'ee trovador.

E poys que tenho perdydo
a vergonha e o saber,
soo por voos serdes servydo
deveys-me d'agradeçer
acupar nysto o sentido.
Que certo nam me lembrey,
quando estas começey,
se fazya mal nem bem
nem oulhe nelas nynguem,
poys eu nelas nam oulhey.

Por nam cayr em çerteza
nam ey, senhor, de dyzer
cousa que toque em veneza,
mas novas de su'alteza,
que folguareys de saber.
Qu'estaa sam, a deos louvores
tem consyguo myl senhores,
os quaes estam aforrados,
andam muy pouco agoardados
e grandes agoardadores.

Vay myl vezes montear
e caçar com pouca gente
e andam nysto tam quente
alguns que badalejar
vemos myl vezes o dente.
Nam de fryo natural,
mas d'umydo rredical
que jaa neles he guastado
por muyto tempo passado,
que passaram bem ou mal.

Estaa jaa çerto na maão,
o dya que vay caçar,
aver a noyte serão
e nam podeys laa cuydar
os galantes que ele vaão.
S'açerta de nam aver
seraão, he por entender
em despachos e conselho,
que m'espanto nam ser velho
quem tanto tem que fazer!

E esta vyda que tem
teraa tee abril passado
e no outro mes que vem
dizem qu'ee determynado
o veram em santarem.
Nam tomeys disto penhor,
poys que bem sabeys, senhor,
o que posso alcançar
nem quero mays decrarar
a tam bom entendedor.

Estaa tambem de saude
a rraynha nossa senhora,
em quem creçe ameude
cada dya e cada hora
muyta emfynda vertude.
Por este caminho vaão
seus fylhos e ass'ystam
sobre tudo tam galantes
que tal prinçipe e ifantes
nunca foram nem seram!

As novas de grande peso
nam esperareys de mym,
poys sabeys que he defeso
quem estaa em almeyrym
dizer com que seja preso.
estou fora de falar
nelas e quero contar
as com que sey que folguays
e s'aquy nam toco mays
pond'a culpa a nam ousar.

As damas que qua fycaram,
quando daquy vos partistes,
algũas delas casaram
e vyvem por isso tristes
e outras se contentaram.
Das casadas vos darey
esta nova, porque sey
que o aveys laa d'ouvyr,
porqu'ee cousa para rryr
o que vos duũa dyrey.

A que sabeys que casou,
que diz qu'ee mal maridada,
o dya que s'ençarrou
hũa grande bofetada
a seu esposo pegou.
Vede bem o que faria
ou se lhe rresponderia
o marydo a conssoante.
dizem que dy em diante
lhe gastou a cortesya.

Dona camyla casou
com joam rroiz de saa,
no outro dia a levou,
nysto muytas cousas haa
de que vos conta nam dou.
convydou as damas todas,
hum dia ante das vodas,
dom martynho a gentar,
ouv'ahy tal que casar
desejou mais c'aves gordas.

Tem por cousa muy sabida
muytos qu'estaa conçertado
casar dona margaryda
de mendoça cum privado,
de qu'aa muyto qu'ee servyda.
Dona guyomar de meneses
estaa fora ha oyto meses
do paço, num moesteyro.
nunca mays ouve terreyro
nem no baylar antremeses.

Hũa de sangue rreal,
que se cryou em castela
sendo nossa natural,
nam anda ninguem co'ela
nem casa em portugual.
Faz mesuras de cabeça,
nam acha quem lhe mereça
mesura doutra feyçam
senam prymo com irmão
ou outrem que o pareça.

Fylhas do conde pryor
sam duas aquy entradas,
nam tem hynda servydor
e hũa delas, ousadas,
qu'ee disso mereçedor.
Gentil molher, despejada;
da outra nam diguo nada,
vaa no conto das que calo,
que de muytas vos nam falo
que nam quedam na pousada.

D'anrriquez dona marya
bem deveys laa de saber
que nam he jaa quem soya,
nam diguo no pareçer,
porque creçe cada dia.
Nam traz nenhum servydor,
porqu'ee de tanto primor
que ninguem a nam contenta
nem he de todo ysenta,
que o nam consent'amor.

Dona joana de mendoça,
que deixastes ha partyda
hũa muyto gentyl moça,
nam he cousa desta vyda,
que mat'oos omens per força.
Creçeo tanto em fermosura,
em manhas, desenvoltura,
graça, saber, discriçam,
que nam synto coraçam
a que nam de maa ventura.

A outra ssua ygoal
no nome e na ydade
sabey que em portugual
gentileza de verdade
nunca se vyo outra tal.
Poys a nam posso louvar,
quero vo-la nomear:
dona joana manuel,
mays que o anjo guabriel,
tem tudo para guabar.

As duas favoreçydas,
calatayud, fygueyroo,
de serem qua mal servydas
perdey disso bem o doo,
qu'estam longe d'esqueçidas.
Fygueyroo he no seram
de cantiguas, de tençam,
mays servyda que ninguem
de tres que cantam muy bem,
nysto sabereys quem sam.

Ha poucos dias qu'entrou
hũa gram dona meçya
da sylveyra, c'apanhou
loguo nesse mesmo dya
esses galantes c'achou.
E conto loguo primeyro
a françisco de byveyro,
qu'anda forçando as paredes
e leyxou baldo e rredes
por pasear no terreyro.

A outra dona marya
de meneses, que qua vystes,
tem tanta gualantaria
que daa myl cuydados tristes
a quem nos dar nam devya.
E aquesta mesma vya
tavora dona meçya
leva com seus servydores,
aos quaes faz sem favores
myl despreços cada dya.

Doutra fermosa molher,
que laa naçeo nũa ylha,
nam dyguo mais senam ser
muyto grande maravylha
quem na vyr nam se perder.
Nesta quero acabar
e começay d'escuytar
novas doutra calidade,
nas quaes çerto na verdade
vos nam quysera tocar:

El rrey de fez ajuntou
mais jente que da primeira
e sobr'arzyla tornou,
mas achou-sse de maneyra
que loguo d'y apildou.
E vay tam rryjo coçado,
que creo qu'escarmentado
fycara daquesta vez:
nunca mays entrou em fez,
anda fora, degradado.

Dom françisco no luguar
era entam e bem no quente,
por isto quero passar,
mas de quam honrrada gente
levou vos quero contar.
Esta soo cousa nam calo:
çyncoenta de cavalo
tev'oyto meses conssyguo
e o al qu'aquy nam diguo
he muyto mays que o que falo.

Nuno fernandez daquy
vay çedo por capitam
por dous anos a çafy
e quinhentas lanças vam
co'ele, segundo ouvy.
ouv'ysto com aderentes,
algũs ficam descontentes
Por nam serem escolhydos
para isso nem ouvydos,
cuydando c'andavam quentes.

Os senhores de castela,
c'andavam qua desterrados
por hũa justa querela,
sam de todo perdoados,
tornam-ss'aguora par'ela.
Vyeran-sse despedyr,
fez-lhe el rrey ao partyr
honrra, merçe e favor,
os quaes diz que vam, senhor,
bem prestes par'oo servyr.

Hum homem chegou aquy
que vyo do mundo gram parte
e as novas que lh'ouvy
conta-as e dy-las dum'arte
que pareçem ser assy.
E por muy çerto contou
que o vyso rrey tomou
hũa muyto grossa armada,
em c'oyto myl ha espada
trouxe e dous rreys catyvou.

Destes senhores privados
de que novas desejais,
qu'aquy nam vam nomeados,
bem sabeis quaes sam os mays
escolhydos e chamados.
Estam todos muy honrrados,
nas rrendas avantejados,
nas merçes e nos favores,
alguns deles tem amores
e outros outros cuydados.

Fala em geral

As damas nunca pareçem,
os galantes poucos sam,
cousas de prazer esqueçem,
os negoçeos vem e vam,
nunca mingoam, sempre crecem.
Nam ha ja nenhum folguar
nem manhas eyxerçytar,
He tanto o rrequerimento
que ninguem nam traz o tento
senam em querer medrar.

Myl pessoas achareys
menos das que qua leixastes,
doutras vos espantareys,
porque ve-las nam cuydastes
da maneyra que vereys.
Hũs acabam, outros vem
e huns tem, outros nam tem
e os mais polo geeral
folguam muyto d'ouvyr mal
e pouco de dizer bem.

Se qua soes bem enssynado,
cada feyra valeis menos,
e se mal soys estranhado
dous dias e loguo vemos
fycardes mais estimado.
e vay isto de maneyra
que na capela cadeyra
d'espaldas tem escudeyros
e consenten-lh'os porteyros
estarem na dianteyra.

Anda tudo tam danado
que o que menos mereçe
se mostra mais agravado,
e d'omens que nam conheçe
he el rrey emportunado.
E estes, que deos padeça,
ham de cobrir a cabeça
perant'ele no seram
e soo por isso laa vam,
sem aver quem os conheça.

Boons e maos todos ja trazem
os rrabos alevantados,
em lobas frysadas jazem,
capuzes apestanados
pola ponta do pee trazem.
Contas e lenços lavrados
e da sala namorados,
e nunca dyzem de quem,
e pousando em santarem
sam assy afydalguados.

Quem for muito comedido
e quem for jostefycado
nam sera muyto valydo;
quem for desavergonhado
seraa com todos quabydo.
Nam ha homens de primor
nem quem syrva por amor
senam por ter e mandar,
nem a quem queyra lembrar
o proveyto do senhor.

Quem tem rrenda quer poupar
e quem gasta bem o sseu
nam no podem comportar,
ham-no loguo por sandeu
e qu'ee syso entesourar.
Os velhos sam namorados,
os mançebos acupados,
os casados sam solteyros,
os fracos sam muy guerreyros
e os clerigos casados.

Ha qua poucas amyzades
e grandes competymentos,
custumam pouco verdades,
servem-sse muyto de ventos
e cousas de vaydades.
Nam lembra a ninguem rrezam
senam soo encher a mam
e passe por hu poder,
nem creais que bem fazer
faz nynguem, se el rrey nam.

E sse quer hyr ter veram
algum cabo ou ynvernar
e d'alguns toma a tençam,
cada huũ o quer levar
para honde tem seu pam,
Poys nisto nam tem respeito
senam soo a seu proveyto.
vede bem c'aconsselhar
faram num bom pelejar
ou em outro grande feyto.

Cabo.

Porque sey qu'esperareys
que vos de novas de mym,
vos dou estas c'ouvyreis:
qu'estou sam em almeyrym
da sorte qu'aquy vereis.
Nunca mays sahy daquy
hũa ora nem party
de servyr e d'agoardar
e açerca do medrar
tal m'estou qual me naçy.