Nota de suicídio de Heinrich von Kleist

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nota de suicídio de Heinrich von Kleist


As últimas palavras, para Ulrike.

Para Ulrike von Kleist, 21 de Novembro de 1811.

Para a Senhorita Ulrike von Kleist Hochwohlgeb. Para Frankfurt a. Oder*.

Eu não posso morrer sem ter me reconciliado, contente e jubilosamente como estou, com todo o mundo, e, assim, também, antes de todos os outros, minha caríssima Ulrike, com você. Se ela me deixar, a austera nota que está incluída na carta aos Kleist, ela me permite a tomar de volta; realmente, você mexeu comigo, eu não digo que com as forças de uma irmã, mas com as forças de uma pessoa, para me salvar: a verdade é que não era pra eu na Terra ser salvo. E agora provavelmete vivo; se o céu te der uma morte, que a aceite imediatamente com um pouco de satisfação e com inexpressível alegria: este é o mais afável e carinhoso desejo que acalento por você.

Perto de Potsdam.

d. – na manhã da minha morte,

Seu Heinrich.


  • Frankfurt an der Oder, não confundir com a grande cidade de Frankfurt no Meno, desde o dia 1 de Janeiro de 1999, também leva a designação auxiliar de „Kleiststadt“, após o nome do poeta, que lá nasceu, em 1777. O nome oficial da cidade é Frankfurt (Oder). Na missiva, Kleist utiliza uma abreviação de Frankfurt an der Oder, o nome antigo, hoje considerado informal.