Orgulho das raparigas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campesinas por Cruz e Sousa
Orgulho das raparigas
Poema agrupado posteriormente e publicado em O Livro DerradeiroCampesinas


Orgulho das raparigas,
Encanto ideal dos rapazes,
Acendes crenças vivazes
Com tuas belas cantigas.

No louro ondear das espigas,
Boca cheirosa a lilazes,
Carne em polpa de ananases
Lembras baladas antigas.

Tens uns tons enevoados
De castelos apagados
Nas eras medievais.

Falta-te o pajem na ameia
Dedilhando, a lua cheia,
O bandolim dos seus ais!