Página:A Bella Madame Vargas.djvu/157

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Carlos

Não negues, não mintas tambem. Acabemos com isso. Ha um mez que luctamos eu e tu—eu querendo saber, tu a fugir. Vieste. É um bem. Sabes o que eu penso. Mas eu sei o que tu sentes. Esse imbecil conquistou-te! Todos nós collaboramos para que elle ficasse em foco. E tu amas-te-o ao vel-o. E tu me abandonas por causa delle.


Madame Vargas

Não!


Carlos

Não occultarias, se o não amasses. E fingiste, fingiste! Para que fingiste tanta razão, tu que és tão doida como qualquer de nós? Para que fostes buscar Belfort, para acabar as nossas relações!


Madame Vargas

Pela tua exasperação continua. Com medo por ti.