Página:A Bella Madame Vargas.djvu/211

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


melhor momento? Estavas crente que era possivel enganar-me, arredar-me com cantigas e as ameaças do Belfort, esse velho ridiculo que não sei bem o que é aqui? Pensavas mesmo que realisarias o negocio sem me prevenir, pondo-me no andar da rua? Não! Ah! não! Eu sou alguem, sabes, eu sou alguem. Não sou homem que ponham a andar, não sou desses. Cá estou. Vamos esperal-o juntos. Ou não tem vergonha, ou com elle não arranjas mais nada. Depois será o que fôr!


Madame Vargas

Miseravel! Como és miseravel!


Carlos

Isso. Chama-me nomes. Vamos ver depois. Com aquelle ar de demoiselle de Sion o Dr. José vae receber um golpe em pleno.


Madame Vargas

Indigno! Covarde! Perder assim uma mulher, perder pelo prazer da infamia,