Página:A Bella Madame Vargas.djvu/219

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


(Neste instante, batem á porta de dentro. Salto. Angustia. Carlos agarra o braço de Hortencia.) Baixinho! Baixinho! Se deixar entrar alguem aqui, o escandalo é amanhã de toda a cidade. Estás perdida! (batem de novo). Anda. Pergunta quem é. Com calma.


Madame Vargas 

(Immenso esforço, vencida, olhando-o com odio).

Quem está? É a tia?


Maria (dentro).

Sim, minha filha. É quasi uma hora. Não te vens deitar?


Carlos (baixo).

Tranquillisa-a, anda.


Madame Vargas 

Já vou. Não me aborreças. Deita-te tu. (Num impeto). Feche a... (Carlos tapa-lhe a bocca).


Carlos 

Cala-te. (Ella debate-se. Rolam ambos no divan. Silencio angustioso). Tens que esperar. Quero