Página:A Patria Brazileira.djvu/251

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
235 —


Quanto a friictas, bellas e deliciosas, é ertaordinaria nossa riqueza!

Basta reflectir que, participando o Brazil de todos os climas, além das que lhe são peculiares, produz as diíferentes espécies dos demais paizes.

Assim, nos Estados do sul, por exemplo, tão Lem como na Europa, temos fipêra, a maçã, o morango, a cereja etc.

Em todos os Estados brazileiros abundam, entre outras fructas apreciadíssimas: — o iibacaxi, o melão, a melancia, o tamarindo, o saputi, a uva, o araçà, o genipapo, a cajá, a pinha ou ata, a laranja, etc.

E a propósito da superioridade de nossa laranja, não podemos calar aqui impressões que nos ficaram de uma leitura sobre o prodigioso commercio de que ella é objecto, no Estado da Califórnia, na União Norte -Americana, ao qual o Aiaucada.

Brazil forneceu em 1873 seu precioso producto.

Com eíFeito, foram naquelle anno introduzidos em Riverside, levados do Estado da Bahia, dois pés de laranjas selectas, de cujos rebentos brotaram milhões de arvores, produzindo especialissima fructa, que tomou o primeiro logar nos mercados. Galcula-se que presentemente só os Estados do Sul possuem 4.120.470 laranjeiras, oriundas daquelles dois pés, que produziram em 1900, por exemplo, uma expor-