Página:A maçonaria e os jesuitas.djvu/28

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


— 22 —


ella deixa de ser essencialmente a mesma. Ninguem ha ahi que ignore que essas associações diversamente intituladas são uma e a mesma cousa, são vergonteas de um só tronco, ramos da grande arvore maçonica.

Uma só attenuante encontramos para os maçons brasileiros;— é que, d’entre elles, poucos são os que têm cabal conhecimento dos planos sinistros da Maçonaria. Facilmente se comprehende que assim seja, por isso que a Instrucção secreta que acima reproduzimos não póde ser communicado senão aos filiados que, tendo attingido os ultimos gráos maçonicos, já houverem sido iniciados nos altos segredos da seita.

Isto, porém, de modo algum absolve a Maçonaria brazileira, nem obsta a que, na essencia, no fim e no plano, seja ella identicamente a mesma que a da Europa.

Entremos agora em matéria.


II.

1.° — Qual o fim da Maçonaria?


« O nosso fim principal é o de Voltaire e da Revolução franceza:—o aniquilamento perpetuo do catholicismo e até da ideia christã , que, no caso de permanecer de pé sobre as ruiuas de Roma, viria a perpetuar-se mais adiante. »

Eis o fim ultimo.