Página:A morgadinha dos canaviais.djvu/136

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


occulta, como a do tino que dizem que teem certos medicos para reconhecerem o mal sem estudarem muito o doente.

—­Pois o tino enganou-te.

—­Enganaria; mas deixa-me continuar. Se este senhor primo intruso fôr realmente o que eu imagino que é, resta-me preparal-o para o tornar maïs digno do amor d’esta boa Christe, que em tal caso favorecerei; se não fôr, declaro-lhe já guerra e guerra de morte. A ti competia fazer isso tudo, como a maïs interessada, mas desconfiei da tua credulidade e boa fé e da tua experiencia. Olha, estou certa que o que maïs te attrahiu em Henrique foi exactamente o que n’elle ha de peor. Certo verniz mentiroso, certo colorido, que é preciso ter visto muita vez, e em muitos individuos differentes, para se ter na conta devida. Illude, agrada a quem não está costumado, e pode causar graves engaños e desengaños maïs graves ainda. Por emquanto o que elle nos mostra é maïs da sociedade em que vive, do que d’elle proprio. É necessario deixar cair a primeira capa, para que o natural appareça.

—­Não sabia que era assim fácil engañar-se uma pessoa a respeito de outra—­notou Christina, sorrindo.

—­Se é! Lembras-te do que tantas vezes conta tua mãe? Que, quando ha annos foi a Lisboa, comprou lá por bom preço um cofrezinho que ella suppunha preciosissimo, e que chora hoje a sua tentação, desde que o verniz brilhante, que elle tinha, caiu e ficou á vista a realidade? pois o mesmo acontece muitas vezes em contractos de outra ordem e bem maïs sérios do que este. Ha vernizes maravilhosos, que illudem os inexperientes.

Houve um instante de silencio, no fim do qual Christina perguntou, olhando pela primeira vez fita para Magdalena:

—­Ora dize-me, Lena, qual será a razão pela qual eu não devo acreditar que esses pensamentos te