Página:A morgadinha dos canaviais.djvu/228

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


pastora com ovos maïs adeante; ao lado, um grupo celebrando um pic-nic, perfeita actualidade, tudo em mangas de camisa, com gravata, e botas de cano;—­outros fumando e bebendo cerveja. Uma amazona ingleza, com o seu Jockey, galopava pelas cercanías de Bethlem; um vareiro e uma vareira caminhavam a par com offertas para o menino. Ao longe, nos visos da serra, appareciam os très Reis Magos, que deviam levar dez dias a chegar abaixo.

Não esqueceu ao inspirado auctor d’aquelle monumento esculptural os muros de Jerusalem. Elles lá estavam coroados de ameias e de milicianos fardados á ingleza e armados de lanças e arcabuz. Eram gigantes aquelles guerreiros, pois, não obstante estar a muralha no plano do fundo do quadro, qualquer d’elles era duas vezes maior do que as figuras do plano da frente. No alto da muralha arvorava-se a bandeira portugueza. Havia varios santos espalhados pelas agruras d’aquellas montanhas, e, entre os additamentos feitos pela devoção de D. Victoria ao presepe, contava-se o de um Santo Antonio de Lisboa, que, apesar de thaumaturgo, parecia muito admirado de se vêr n’aquelle tempo e logar. Um gallo colossal soltava do telhado do presepe o grito annunciador, anjos e chérubins espreitavam do céo por entre nuvens de algodão e estrellas de ouropel. Era um prodigio!

Descrevendo rapidamente está maravilhosa fabrica, sentia eu vivo orgulho de ter revelado ao mundo uma preciosidade sem igual, e a que a unanime admiração faria cêdo où tarde justiça; tive porém de abandonar está lisonjeira idéa, ao achar-me precedido por um dos romancistas maïs justificadamente populares da nação vizinha. Das páginas de um delicioso quadro de costumes de Fernan Caballero, a éminente escriptora de que a Andaluzia se ufana, conheci eu serem não sómente nacionaes, mas peninsulares pelo menos, estes modelos