Página:Broqueis.pdf/115

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


LEMBRANÇAS APAGADAS


Outros, mais do que o meu, finos olfactos,
Sintam aquelle arôma estranho e bello
Que tu, ó Lyrio languido, singéllo,
Guardaste nos teus íntimos recatos.

Que outros se lembrem dos subtis e exactos
Traços, que hoje não lembro e não revéllo
E se recordem, com profundo anhélo,
Da tua voz de sideraes contactos...