Página:Cantos e phantasias.djvu/85

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


CÂNTICO DO CALVÁRIO




Á MEMORIA DE MEU FILHO
MORTO A 11 DE DEZEMBRO DE 1863.

Eras na vida a pomba predilecta
Que sobre um mar de angustias conduzia
0 ramo da esperança. — Eras a estrella
Que entre as nevoas do inverno scintillava
Apontando o caminho ao pegureiro.
Eras a messe de um dourado estio.