Página:Descripção topografica, e historica da Cidade do Porto.djvu/38

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

XIX

DA PROVINCIA DO MINHO:

ponezes e Lavradores. Deſde o crepuſculo da manhã até o principio da noute, elles naó largaõ das maõs o arádo, ou o alviaõ, ou o machado, ou a enxada. Duas couſas ſe fazem notaveis e ſingulares neſta gente do campo: a primeira, que as mulheres cavaõ, áraõ, e fazem todo o trabalho da lavoura, como os homens: a ſegunda, que ſendo o ſeu ordinario ſuſtento, huma comída ruſtica e frugal, aturaõ as maiores fadigas, ſem que ſuccumbaõ ao trabalho, ou eſtraguem a ſaude ; porque eſta he a gente que vive oitenta, noventa e mais annos. As Aldêas e Cazas deſtes meſmos Lavradores, dilataõ-ſe com tal proporçaõ e figura, que em poucos ſitios haverá hum largo tiro de pedra, que naõ ſeja povoado. Daqui ſe originou dizerem muitos, que a terra d'entre Douro e Minho, he huma Cidade continuada.

[1] O temperamento fleumatico dos Minhotos os conduz á paz e tranqui-

lida-

  1. X Costumes.
*4