Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/118

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


rosas. Tem publicado algumas em diversas revistas, como a Lucta, o Ensaio, o Correio da Noite e o Jornal de Aracajú, no qual se acha:

- O negro: romancete - que tambem vem transcripto na obra Pernambucanas illustres.


D. Anna Barboza de Lossio e Seílbitz - Filha do senador dom Nuno Eugenio de Lossio e Seílbitz e de dona Anna Barboza Correia de Araujo, nasceu na cidade de S. Sebastião do Rio de Janeiro a 6 de novembro de 1830 e falleceu a 1 de fevereiro de 1877.

De tão aprimorada educação, quanto foi infeliz, dona Anna Lossio escreveu diversos artigos em praza e em verso sob diversos pseudonymos na Marmota Fluminense de 1854 a 1855, assim como no Brazil Historico e no Correio Mercantil em 1863, e além disto:

- Uma viagem ao Parnazo. A educação da mulher - São dous artigos insertos na Semana Illustrada, de que foi reproduzido o segundo em outro periodico da côrte.

- Historia da vida de Jesus Christo desde seu nascimento até sua resurreição, extrahida fielmente do Novo Testamento, e seguida da moral dos apostolas, etc. Rio de Janeiro, 1863 - Esta obra é em verso.

- O Sagrado caminho da cruz: col1ecção de trinta magnificas estampas, representando as estações da Paixão de Jesus Christo e outros assumptos sagrados, acompanhadas de poesias religiosas. Rio de Janeiro, 1865 - Desta obra ha segunda edição, Rio de Janeiro, 1868.

- Cantos religiosos. Rio de Janeiro... - Nunca vi este volume; só tenho delle noticia.

- Historia da vida ele Maria Santissima - inedita. Sei que a autora tratava de publicar esta obra, quando falleceu.


D. Anna Edeltrudes de Menezes - Filha do doutor Manoel Joaquim de Menezes, de quem farei menção no logar competente e de dona Eufemia Marciana de Menezes, nasceu na cidade do Rio de Janeiro a 3 de fevereiro de 1825.

E' poetisa, Nunca fez collecção de suas cemposições, mas escreveu:

- Varias poesias - que se acham publicadas em diversos periodicos da côrte, como o Jornal do Commercio, Correio Mercantil, Jornal das Senhoras, Ensaios Litterarios, Medico do Povo, etc.; e sabe-se que conserva.

- Varias poesias - ineditas.


D. Anna Eufrozina Euridice Barandas - Era natural da provincia do Rio Grande do Sul, onde falleceu, ignoro em que anno e o mais que lhe é relativo; sei apenas por informar-me um illustrado publicista ele sua provincia que era poetisa e que escrevera:

A philosopha por amor - E' um livro que contém escriptos tanto em prosa como em verso. Nunca o vi.