Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/36

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Memoria histórica dos principaes acontecimentos da faculdade de medicina durante o anno de 1868, apresentada á respectiva congregação em cumprimento do artigo 197 dos estatutos. Bahia, 1869.


Affonso de Albuquerque e Mello — É natural de Pernambuco, onde tem residencia, bacharel em sciencias sociaes e juridicas pela respectiva faculdade, secretario do thesouro provincial, tem sido deputado á assembléa de Pernambuco em mais de uma legislatura.

Escreveu :

A liberdade do Brasil, seu nascimento, vida, morte e sepultura. Recife, 1864,216 pags. in-4º — Neste livro se manifestam as idéas republicanas do autor. Sahiram a lume diversas contestações a taes idéas, e a bibliotheca nacional possue um escripto inedito, com o titulo de — Notas de.... ao pamphleto intitulado Liberdade do Brazil de Affonso de Albuquerque Mello.


Affonso Celso de Assis Figueiredo, 1º — Nasceu na capital de Minas-Geraes a 21 de fevereiro de 1837 sendo seus paes João Antonio Affonso e dona Maria Magdalena de Figueiredo Affonso.

Formado em direito pela faculdade de S. Paulo em 1858, ainda estudante se dera ao exercicio da advocacia; exerceu o cargo de official de gabinete dos presidentes Diogo de Vasconcellos e Fernandes Torres; serviu em sua provincia, depois de formado, os cargos de secretario da policia, inspector da thesouraria provincial, procurador fiscal da thesouraria geral, e deputado provincial por diversas vezes; representou a provincia de Minas-Geraes na camara temporaria nas legislaturas 12a, 13a e 17a, sendo eleito e escolhido senador do Imperio no ultimo anno desta legislatura (1879); foi ministro e secretario de estado dos negocios da marinha no gabinete de 3 de agosto de 1866, e ministro da fazenda no gabinete de 5 de Janeiro de 1878, no qual administrou tambem, interinamente, a pasta do imperio; é do conselho da sua magestade o Imperador, e advogado na côrte.

A seus esforços deve a província, que representa, sua primeira empreza industrial e muitos melhoramentos.

Distinguido pela côrte de Hespanha com a grã-cruz da ordem do Izabel a Catholica, e com a grã-cruz da ordem do Leão Neerlandez, agradeceu sem aceitar taes honras; faz parte de diversas associações litterarias e beneficentes desde seu curso juridico; foi fundador do club da Reforma e principal redactor do orgão deste club:

A Reforma: orgão democratico. Rio de Janeiro, 1869 a 1879 — O 1º numero desta folha sahiu a 12 de maio d'aquelle anno, e o ultimo a 31 de janeiro deste. Antes disto, fundara e redigira:

O Progressista. Ouro-Preto, 1859 a 1863 — Á vinda do conselheiro Affonso Celso para a côrte em 1863, como deputado, passou esta empreza a outros.