Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume segundo.djvu/22

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


da Silva Cardoso, Manoel da Silva Lopes que foi provedor da Irmandade de S. Pedro de 1850 a 1853 e o P.e Dr. Urbano da Silva Monte, natural de Sergipe e que foi pro¬ fessor de grego no Lyceu de Fortaleza. Nasceu em Aracaty a 21 de Outubro de 1847, filho do Capitão Raymundo Antunes de Oliveira e D.a Francisca Joanna da Costa Barros, filha ou neta do Presidente Costa Barros. Fez seus estudos no Seminário de Fortaleza, recebendo ordens de Presbytero do 1.° Bispo, D. Luiz, a 30 de No¬ vembro de 1870, e em Janeiro seguinte foi nomeado Paro- cho de Soure donde foi removido em Dezembro para a Ca- pellania de Jiqui, freguezia de União. A 28 de Abril de 1879 concorreu para a cadeira de Philosophia do Lyceu do Rio Grande do Norte e foi para ella nomeado pelo presidente Marcondes Machado. A’ sua iniciativa e expensas se deve a traducção em vernáculo por Carlos de Laet, 1897, da Vita delia Beata Rita de Cassia, escripta pelo P.e Lourenço Tardi. Era membro correspondente do Instituto Geographico e Archeologico de Pernambuco por titulo de 20 de Feve¬ reiro de 1880. Em sessão de 20 de Agosto de 1909 o Conde de Affonso Celso offereceu ao Instituto Historico Geographico Brazileiro um trabalho scbre historia patria por elle deixado, Consta tambem que escrevera uma obra, ainda inédita, sobre Questões de Direito Canonico. Falleceu a 31 de Maio de 1901 na Capital Federal. Joaquim Baptista da Costa (Dr.)—Nasceu em For¬ taleza em 1862. Para obter o diploma de Doutor em Medicina susten¬ tou theses perante a Faculdade do Rio de Janeiro, versando a dissertação sobre o Descollamento da retina e seu trata¬ mento. 10 Digitized by Google Original from UNIVERSITY OF CALIFÓRNIA