Página:Diva - perfil de mulher.djvu/43

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


falava pouco; apenas de espaço a espaço dizia algumas palavras; mas escutava com visível interesse, séria umas vezes, outras sorrindo.

Quando confirmei esta minha observação, senti n'alma o agridoce dos prazeres, que à semelhança do vinho se derrancam no coração.

— É uma namoradeira! murmurou minha alma vingada, porém triste.

A beleza sem mácula dessa menina humilhava-me; mas a profanação de sua alma, que eu lobrigava naquelas preferências de sala, me confrangeu o coração.

— Não é por ela que eu sinto — pensava eu — É por sua família, especialmente por seu pai, a quem estimo.

Como procurava eu iludir-me!


V


Por esse tempo Emília fez a sua entrada no Cassino.

— Já viu a rainha do baile? disseram-me logo que cheguei.

— Ainda não. Quem é?

— A Duartezinha.

— Ah!

Realmente, a soberania da formosura e ele