Página:Espumas fluctuantes (corr. e augm.).djvu/299

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
291
ESPUMAS FLUCTUANTES

MFAT SEGREDO


A* SENHOlíA D...

I

Eu tenho dentro d′alma o meu segredo
Guardado como a pérola no mar,
Occulto ao mundo como a flor silvestre
Escondida no valle a vicejar.

Eu guardo-o no meu peito.. É um thesouro,
Meu único thesouro desta vida,

— Sonho de phantasia — ílòr ephemera,
Uma nuvem, talvez, no céo perdida...

Mas que importa? É uma crença de minh′alma,

— Gotta de orvalho d′alva da existência,
Ultima flor, que vive aos raios mornos
Do sol do amor na quadra da innoceucia.