Página:Evocações.djvu/91

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
89


.Te devorais mes pensées comme d′autres dévorent leurs umiliations.


(HiSTOTRE IXTELT,ECTUEI,I,E

DE Louis Lamsekt) de Balzac.

Absorto, perplexo na noite, diante da rarefeita e meiga claridade das estrellas eucharisticas, como diante de altares sidéreos para coramunliões supremas, o grande Triste mergulhou taciturno nas suas profundas e constantes cogitações.


Sentado sobre uma pedra do caminho, immoto rochedo da solidão — elle, monge ou ermitão, anjo ou demónio, santo ou sceptieo, nababo ou miserável, ia percorrendo a escalla das suas sensações, accordando da memoria as fabulosas campanhas do dia, as incertezas, as vacillações, as desesperanças; inventariando com rara meticulosidade e um rigor de detalhes verdadeiramente miraculoso todos os factos curiosos, coincidências e controvérsias engenhosas que se haviam dado durante o dia, como um género insólito e singular de tortura nova.