Página:Fabulas de Esopo.djvu/77

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
77
DE ESOPO.

Andai para loucas: já que vos não contentastes do primeiro Rei, soffrei esse, que tanto me pedistes.

MORALIDADE.

Gente e Povo amigo de novidades he como as Rãs; cada dia querem mudar de senhor, e desejão alterações, e mudanças. Mas bem se vê nesta Fabula, que castiga Deos muitas vezes os máos, só com lhes conceder o que pedem; e os que murmurão do bom Governador ou Prelado, ás vezes cahem em poder de tyrannos, que os comem e destroem, como a Cegonha aqui fazia.