Página:Herculano, Alexandre, História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal, Tomo II.pdf/381

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


nos cárceres que se convertem em sepulchros, e pelos gemidos que se alevantam do meio das hecatombas. E' a tragedia de Alfieri depois da de Shakspeare. Que o leitor indulgente nos siga ainda através dos últimos recessos deste pandemonio repugnante onde o fizemos entrar e que uma luz sinistra alumia. Acabará de convencer se de que a sociedade desses tempos, que ignorantes ou hypocritas ousam propor-nos como modelo, não só estava longe de valer a actual, mas tambem, considerada de um modo absoluto, era pro fundamente depravada. Não serão illações ou conjecturas nossas que pintarão aquella epocha de decadencia moral: serão as phrases inflexiveis dos documentos, as palavras dos principaes actores de tão longo drama, que nos subministrarão, como até aqui, a contextura da restante narrativa.

FIM DO TOMO II