Página:Herculano, Alexandre, História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal, Tomo III.pdf/215

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

LIVRO IX



Prohibe-se a entrada no reino ao nuncio Ricci. Explicações e promessas deste. Dá-se-lhe a permissão de entrar, debaixo de certas condições restrictas, que elle não acceita. Breve de 22 de setembro de 1544 mandando suspender a Inquisição. Procedimento audaz do nuncio Lippomano. — Enviatura de Simão da Veiga a Roma. Carta d'elrei a Paulo iii. — Suspeitas contra Balthasar de Faria. Expedientes para conciliar os animos na curia romana. — Breve de 16 de junho de 1545 em resposta á carta d'elrei. — Renovação das negociações amigaveis. Transacção. — Entrada do nuncio Ricci. Procedimento irritante deste em Lisboa. Apresenta a elrei o breve de 16 de junho. Réplica frouxa áquelle singular documento. — Novas phases da lucta. Propostas e acordos ignobeis. Difficuldades procedidas da parcialidade ostensiva de Ricci a favor dos christãos-novos. Resoluções apresentadas mutuamente pelas duas cortes acerca do estabelecimento definitivo da Inquisição. — Simão da Veiga parte para Portugal com a ultima decisão do papa, e morre no caminho. — Elrei recebe mal aquella decisão, não na substancia, mas nos accidentes.