Página:Historia e tradições da provincia de Minas-Geraes (1911).djvu/184

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


senhor Eduardo, por favor demore-se um mo­mento... meu pai há de permitir, que lhe diga duas palavras.

– Paulina!... mais tarde, minha filha, conversarás com ele quanto quiseres.

– Não tenha susto, meu pai; duas palavras só, e ele sairá logo, – disse Paulina cravando-lhe um olhar suplicante.

O pai não teve ânimo de contrariá-la mais.

– Pois bem, minha filha; porém cautela; por quem és, não fales muito, nem te comovas.