Página:Historias de Reis e Principes.djvu/326

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Rainha e Viuva}}}}

(Outubro de 1889)


Só faltava no vosso diadema,
Que na côrte offuscou pompas e galas,
Uma joia, uma bella e fina gemma,
Das perolas irmã, e das opalas.

Era a lagrima santa, muda e calma,
Que encerra em sua esphera crystallina
Toda a magua que vai minando uma alma...
A lagrima,—essa perola divina.

Rainha que choraes, e em regio manto
Vos sentis mais viuva que princeza,
Vosso vulto é maior! que o vosso pranto
Engrandece, na dôr, vossa grandeza.


FIM