Página:Horto (1910).djvu/281

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


NOTA
Typographic ornament extracted from Horto (1910)-p281.png

Auta de Sousa nasceu em Macahyba, pequena cidade do Rio Grande do Norte, em 12 de setembro de 1876; educou-se no collegio «S. Vicente de Paula», em Pernambuco, sob a direcção de religiosas francesas; e falleceu em 7 de fevereiro de 1901 na cidade de Natal. Uma biographia simples como os seus versos e o seu coração...

Ella não conheceu os obstaculos que encheram de tormento a existencia de Marcelline Desborde-Valmore. Desde muito cedo, porém, sentiu todo o horror da morte. Aos quatorze annos, quando lhe appareceram os primeiros symptomas do mal que a victimou, não havia senão sombras em seu espirito: era já orphã de pae e mãe, tendo assistido ao espectaculo inesquecivel do anniquilamento de um irmão devorado pelas chammas, numa noite de assombro.

Assim, desde a infancia, o destino lhe appareceu como um enigma sem a possibilidade de outra decifração que o luto.

Salvaram-na do desespero a fé religiosa e o resignado exemplo da ignorada heroina para quem escreveu o soneto A minha Avó, publicado neste volume.

Horto é pois a historia de uma grande dôr. Formou-o a autora recordando, sentindo, penando.

Em casa, o luto successivo; no collegio as litanias da Igreja; mais tarde, no campo, onde passou o melhor tempo da atormentada existencia, a paisagem triste do sertão nos