Página:Leal consselheiro.djvu/120

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O' L?AL COl?SS!?-LIt!?!RO. 109 seer mayor folgan?a, que bem comer, e beuer, oquo sentera muyto per contralto aque!ies aque deos outor- gou auerem sobrelo auirtude da temperance. Ca certa- mente elles sentera me'yet prazer em uyuerem ordena- damente, nora se derribando per afei?oo? que tantea derribam do que podera auer rodelies gelloses, em co- raerem tam large, como elles deseiarem, per que cer- to he queo prazer do possuymento das uirtudes, ha folganqa daalma razoauel mayor corn dobro que ade- leita?om dos pecados seus contraires Epor esta decla- raqom em hug parte ee mostra como nosso senher ou- torga na presente uida cento per hu? aos que leixam algu?t cousa per seu amor, ca !hes da oprazer do pos- suyr des uirtudes e contet?tamento deas enssy sentit Edesprazimento per elias des ceases contraires que aos segttydores dos pecados e mailes muyto atormentam. Epor e/ des cousas al principaimente nora possuymos se hem folgan?a, e contentamento que dellas fylhamos, eom merecymento de bern per mercee do senher, os q,?e ]eixam sua uoontado em tedos estes pecados ease scriptos, per lazer assua, recebem per el des uirtudes contraires cem, tanto comprimenlo della, Ca sempra sore c?3tentes, fartos, e seaurea em sues boas uoonta- des Eos outres omais do tempo sore descontentes, de- seiosos, e temerosos aleperrier o real que sobeiamente amaro, prezam, ou segaera, per que as obras do pe-. cad?, nunca dg !ongamente contentamento, hera se-. gura?a. Sobre tedos pecados deuemos conssijrar nora sollamente oque fallecemos como syngullar pessoa, raes ueendo eatado, oficio, hidads, e desposi?om qua auemos pera fazer mais bern, e nos guardar do con- trairo Ct3ssijrando esso medes se compriroes oque de- uemos, ou nos guardamos do que arrazom nos defen- de. Ca segundo sore tree regimgtos, hull da propria- pessoa, outre da casa, e oterceiro dauilla, ou regno, assy era cada hull regimento ha certes erros como se bern demostra em eliufo do.regiraento dos principes,