Página:Novas Horas Marianas ou Officio Menor da SS. Virgem Maria Nossa Senhora.pdf/189

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


recido, para humilhar minha soberba, que contra vós se levanta; em fim, para alcançar de vossa paternal bondade o inappreciavel favor de tornar a entrar em vossa graça, e merecer o auxilio necessario para vos ser fiel e não tornar mais a offender-vos.

Deos de piedade, tende compaixão de mim, que sou um grande peccador! Vós que observastes todos os meus passos, que vistes todas as minhas acções, que ouvistes todas as minhas palavras; a quem são patentes todos os pensamentos de minha alma, e todos os desejos e inclinações de meu coração, allumiai-me para que eu d'ellas me lembre, e me arrependa das offensas que por negligencia ou malicia vos tenho feito. Vinde, luz verdadeira, dissipai as trevas que obscurecem o meu espirito, para que conheça o bem que perco perdendo-vos a vós, e sinta o mal que padeço vivendo fóra de vossa graça. Agora mais que nunca preciso de vosso auxilio, concedei-m'o, Senhor, não porque eu o mereça, senão porque sois Deos de bondade e de misericordia: tocai-me o cora