Página:O Porco e a Caixa.pdf/12

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Antes mesmo que ele pudesse fechar a porta, o esquilo maluco estava lá, dançando feito um lunático e fazendo bolhinhas com o nariz.

— Piiiruliiito da Siiilva! — cantarolou o esquilo e saiu correndo. Seu Leitão ficou tão bravo que começou a dar pulinhos de raiva.

— Vá embora! — ele gritou. — Vá embora e me deixe sozinho, sua bolinha de pelos maluca!

Bem nessa hora, dona Pena veio subindo a estrada. Ela estava coberta da cabeça aos pés com uma calda de maçãs grudenta e gosmenta.

— Seeeu poorquo fediiido! — gritou Dona Pena.

— O que foi que aconteceu com VOCÊ? — perguntou Seu Leitão.

— Meu patinho tentou quóómer uma maçã de lanche e TODAS AS MAÇÃS EXPLODIRAM! Por qüéé eu não posso quóómpartilhar as maçãs quóóm minha família, Seu Leitão?

— Hum... — disse Seu Leitão.

Pig and the box.pdf