Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v3.djvu/37

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Quand la mort est si belle,

Il est doux de mourir.

V. HUGO

 
Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu'alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!