Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v3.djvu/66

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Se entrares, ó meu anjo, alguma vez
Na solidão onde eu sonhava em ti,
Ah! vota uma saudade aos belos dias
Que a teus joelhos pálido vivi!
 
Adeus, minh'alma, adeus! eu vou chorando...
Sinto o peito doer na despedida...
Sem ti o mundo é um deserto escuro
E tu és minha vida...
 
Só por teus olhos eu viver podia
E por teu coração amar e crer...