Página:Til (Volume I e II).djvu/110

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


— Assim é que se ensina uma sonsinha! replicou o moço a rir.

— Você me paga! tornou a irmã com um pequeno assomo de revolta. Tenho certo segredo para contar a Berta...

— Segredo de mulher! galhofou o irmão.

— Vou dizer-lhe que não se importe com gente ingrata; e como só eu é que me lembro dela, não tome o trabalho de vir cá para ver-me, porque eu não tenho mais com quem passear.

— Você é capaz?

— Sou.

— Uma aposta?

— Não quero; você logra-me sempre.

— Também eu tenho uma cousa para dizer.

— A quem?