Página:Til (Volume I e II).djvu/205

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Olhava a menina assustada para o lado de onde viera o rumor, quando na balsa fronteira lobrigou um vulto pardo que resvalava por detrás do tapigo, e cujo ofego sussurrava entre as folhas.

Ligeira escondeu-se Berta na cozinha, e por uma fenda que havia no aposento próximo, outrora despensa, espreitou o circuito. Mas um incidente a distraiu desse propósito, chamando sua atenção para o interior.

A réstia de sol, descendo, batera na cabeça de Zana, que se ergueu esfregando os olhos, e aproximou-se do fogão. Agachada em frente ao bueiro, começou a soprar, como se houvesse ali nas grelhas algum brasido coberto pelo borralho; entretanto o tijolo gretado, que servia de lareira, já não conservava nem restos de cinzas.