Página:UNITED NATIONS MEMBER STATES.djvu/5

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa


  1. Tendo ingressado nas Nações Unidas, a 24 de Outubro de 1945, a Checoslováquia era um dos membros fundadores da Organização. Numa carta datada de 10 de Dezembro de 1992, o seu Representante Permanente informou o Secretário-Geral de que a República Federal Checa e Eslovaca cessaria a sua existência a 31 de Dezembro de 1992 e de que a República Checa e a República Eslovaca, como Estados sucessores, solicitavam a sua adesão às Nações Unidas. Após a recepção da proposta de adesão, o Conselho de Segurança recomendou, a 8 de Janeiro, à Assembleia Geral que a República Checa e a República Eslovaca fossem admitidas como Estados-Membros das Nações Unidas.
    A 19 de Janeiro de 1993, a República Checa e a República Eslovaca foram admitidas como Membros da Organizaçao das Nações Unidas.
  2. A República Federal Socialista da Jugoslávia foi um dos membros fundadores da Organização das Nações Unidas, uma vez que assinou a Carta a 26 de Junho de 1945 e a ratificou a 19 de Outubro de 1945. Foi-o até ao momento do desmembramento do país, ocorrido com a criação e posterior admissão no seio das Nações Unidas da Bósnia e Herzegovina, da República da Croácia, da República da Eslovénia, da Ex-República Jugoslava da Macedónia e da República Federativa da Jugoslávia (Sérvia e Montenegro).
    A República da Eslovénia foi admitida como Estado membro da ONU após a aprovação pela Assembleia Geral da resolução A/RES/46/236 de 22 de Maio de 1992
  3. O Egipto e a Síria são Estados-Membros fundadores das Nações Unidas desde 24 de Outubro de 1945. Após o plebiscito de 21 de Fevereiro de 1958, o Egipto e a Síria uniram-se, resultando dessa união a República árabe Unida, que continuou a estar representada na Organização como um único Estado-Membro. A 13 de Outubro de 1961 , a Síria recuperou o Estatuto de Estado Independente e retomou o seu lugar na sede das Nações Unidas.
Panamá 13 de novembro de 1945
Papua Nova Guiné 10 de outubro de 1975
Paquistão 30 de setembro de 1947
Paraguai 24 de outubro de 1945
Peru 31 de outubro de 1945
Polônia 24 de outubro de 1945
Portugal 14 de dezembro de 1955
Quênia 16 de dezembro de 1963
Quirguistão 2 de março de 1992
Reino Unido 24 de outubro de 1945
República Centro-Africana 20 de setembro de 1960
República Democrática do Congo 20 de setembro de 1960
República Dominicana 24 de outubro de 1945
República checa[1] 19 de janeiro de 1993
Romênia 14 de dezembro de 1955
Ruanda 18 de setembro de 1962
Samoa 15 de dezembro de 1976
San Marino 2 de março de 1992
Santa Lúcia 18 de setembro de 1979
São Cristóvão e Névis 23 de setembro de 1983
São Tomé e Príncipe 16 de setembro de 1975
São Vicente e Granadinas 16 de setembro de 1980
Senegal 28 de setembro de 1960
Serra Leoa 27 de setembro de 1961
Sérvia[2] 1 de novembro de 2000
Seicheles 21 de setembro de 1976
Síria[3] 24 de outubro de 1945
Somália 20 de setembro de 1960
Sri Lanka 14 de dezembro de 1955
Suazilândia 24 de setembro de 1968
Sudão 12 de novembro de 1956
Suécia 19 de novembro de 1946
Suíça 10 de setembro de 2002