Pois nasceis tam pequenino

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pois nasceis tam pequenino
Vilancete publicado em Villansicos, que se cantaram na Capella Real do Muito alto, & muito poderoso Princepe Dom Pedro Nosso Senhor nas Matinas e Festa do Natal, no ano de 1672 (como Villancico VIII); e em Villancicos que se cantaram na See do illvstrissimo senhor Dom Ioam de Mello Bispo Conde. Nas Matinas, & Feſta do Natal de 1696 (como Villancico III). Consulte também: Pois nasceis tão pequenino com ortografia atualizada.


Pois naſceis tam pequenino[1]
Meu Minino Celeſtial,
Entray no meu coração,
Na minha alma deſcançay.

Vinde meu doce Minino,
Minha delicia chegay,
Recoſtaivos no meu peito,
Que vos quero aninar.

Dormi minha adoração,
Meus amores repouſay,
Que em que eſtais em terra alhea,
Em a voſſa terra eſtais.

Deitadinho no Preſepio
Em o berço do Portal,
Por ſer eſſe o voſſo goſto,
Por voſſo goſto chorais.

Nas palhinhas do Preſepio
Todo reclinado eſtais,[2]
Todo no amor encarnado,
Todo no branco Criſtal.

Meu Minino naõ choreis,
Pois com voſſa Mãy eſtais,
Tomay o peito na boca
Da Senhora voſſa Mãy.

Olhay o Santo Joſeph,
Que junto de vòs està,
Que inda que he Pay putativo,
He o ſenhor voſſo Pay.

Dormi, dormi meu Menino
Que eſte ſono que vos dà,
Inda que he ſono da vida
Ha de ſer ſono mortal.[3]

Eſtribillo.

Ay, Ay, Ay,
Entray no meu coração,
Na minha alma deſcançay,
Ay, Ay, Ay.
Vinde, correy, Amor acorday
Das palhinhas do Portal,
Entray no meu coração,
Na minha alma deſcançay.

Coplas.

Serafins do Ceo,
Anjos do Impirio,
Correy a Belem,
A ver o Minino.

Baixay Querubins,
E achareis dormindo
Nas ſombras da noite,
O Sol eſcondido.

Correy, & vereis
Eſte Sol naſcido,
Sendo todo fogo,
Tremendo de frio.

Vereis nas palhinhas
O Theſouro rico,
Para noſſo bem,
Do Ceo prodozido.

Delicia da Gloria,
Regalo de Egypto,
Todo amor humano,
Todo amor divino.

Em tanta beleza,
Vendovos tam lindo,
Se ſaõ tudo glorias,
Tudo ſaõ ſuſpiros.

Naõ choreis amores,
Calay meu Minino,
Pois ſois Homem feito,
Tam reſem naſcido.

Deſcançay meu Bem,
Porque do caminho
Voſſa Mãy vos traz,
Muito cançadinho.

Eſtribillo.

Ay, Ay, &c.

Notas[editar]

  1. na versão de 1696: "Pois naceis meu pequenino"
  2. na versão de 1696: "Todo inclinado eſtais,"
  3. Quadra ausente da versão de 1672