Quero-vos eu, senhor, gram bem

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quero-vos eu, senhor, gram bem
por Vasco Fernández Praga de Sandim


Quero-vos eu, senhor, gram bem,
e nom hei al de vós senom
muito mal, si Deus me perdom.
Pero direi-vos ũa rem:
       todo vo-l'eu cuid'a sofrer,
       se m'end'a morte nom tolher.
  
E creede que a mim é
este mal, que me vós levar
fazedes, de mia morte par.
Pero, senhor, per bõa fé,
       todo vo-l'eu cuid'a sofrer,
       se m'end'a morte nom tolher.
  
E pois por bem que vos eu sei
querer me fazedes assi
viver, tam mal dia vos vi!
Pero verdade vos direi:
       todo vo-l'eu cuid'a sofrer,
       se m'end'a morte nom tolher.