Sam marcos fez-sse primaas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sam marcos fez-sse primaas
por Fernão da Silveira, coudel-mor
Poema publicado em 1516 no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende.


Repartiçam dos byspados que el rrey dom Joam deu em sintra o anno de oytenta e cinco a qual mandou o coudell moor a anrrique d'almeyda.

Sam marcos fez-sse primaas,
dom afonsso elborensys,
tu gryjoo per vya densys
em lameguo mytraraas.
Goarda tem quem na ja teve,
sylves deu-sse ho cardeall,
sancta cruz, vyla rreall,
olyvença se rreteve.

Tambem dizem qu'ee bispado
elvas com menystraçam,
outros metem mays mylham
do mesmo pontefycado.
Cohymbra desta samarra
livrar seu pontefycall,
porto fica porto tal,
tynoco nam meteo barra.

Viseu ja tarde acudyo
sobola penssam que tem,
se lhe nam vall o item
que deyxou quando partio.
Mas nam valeo oos myçes
com todo o mundo ter tregoas,
co gentil de croquelegoas
deu co eles ho traves.