Telegrama de Euclides da Cunha de 20 de agosto de 1897 (II)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Telegrama de Euclides da Cunha de 20 de agosto de 1897)
por Euclides da Cunha


Bahia, 20 de agosto (retardado)

O comissário de polícia de Pombal, sabendo existir nas imediações daquela localidade, grupos de jagunços foragidos de Canudos, armou a população e atacou os jagunços.

Na luta houve ferimentos de parte a parte, morrendo o chefe dos jagunços.

Os fanáticos retiraram-se para lugar mais distante.

— Deve estar agora inteiramente sitiado o arraial de Canudos.

Continuam os boatos malévolos e extravagantes, porém sem base.