Vós, que vos em vossos cantares meu

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vós, que vos em vossos cantares meu
por Dom Dinis


Vós, que vos em vossos cantares meu
amigo chamades, creede bem
que nom dou eu por tal enfinta rem
e por aquesto, senhor, vos mand'eu
que bem quanto quiserdes des aqui
fazer, façades enfinta de mi.
 
Ca demo lev'essa rem que eu der
por enfinta fazer ou mentir al
de mim, ca me nom monta bem nem mal,
e por aquesto vos mand'eu, senhor,
que bem quanto quiserdes des aqui
fazer, façades enfinta de mi.
 
Ca mi nom tolh'a mi rem, nem mi dá,
de s'enfinger de mi mui sem razom
ao que eu nunca fiz se mal nom,
e por em, senhor, vos mand'ora já
que bem quanto quiserdes des aqui
fazer, façades enfinta de mi.
 
E estade com'estades de mi
e enfingede-vos bem des aqui.