Versos das Taiêras

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Versos das Taiêras
coletado por Sílvio Romero
Publicado em Cantos populares do Brasil. (Sergipe)


Virgem do Rosário,
Senhora do mundo,
Dá-me um coco d' água,
Se não vou ao fundo.

"Ideré rê, rê, ré,
Ai Jesus de Nazaré!...

Virgem do Rosário,
Senhora do norte,
Dá-me um coco dágua
Se não vou ao pote.

Ideré, rê, rê, ré,
Ai Jesus de Nazaré!...

Virgem do Rosário,
Soberana Maria,
Hoje este dia
É de nossa alegria.

.....................

Meu Sam Benedito,
É santo de preto;
Ele bebe garapa,
Ele ronca no peito.

...................

Meu Sam Benedito
Não tem mais coroa;
Tem uma toalha
Vinda de Lisboa.

...................

Meu Sam Benedito,
Venho lhe pedir;
Pelo amor de Deus
P'ra tocar cucumbi.

.....................

Meu Sam Benedito,
Foi do mar que vieste;
Domingo chegaste,
Que milagre fizeste!
.......................