Lei Áurea

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa
Lei Áurea ou Lei nº 3.353, de 13 de maio de 1888
Existe na Wikipédia um artigo relacionado com Lei Áurea.
De autoria de Rodrigo Augusto da Silva, ministro da Agricultura, a Lei Áurea foi a lei assinada pela Princesa Isabel e que abolia a escravidão no Brasil.

Declara extinta a escravidão no Brasil.

Carta original da Lei Áurea.

A Princesa Imperial Regente, em nome de Sua Majestade o Imperador, o Senhor D. Pedro II, faz saber a todos os súditos do Império que a Assembléia Geral decretou e ela sancionou a lei seguinte:

Art. 1º[editar]

É declarada extincta desde a data desta lei a escravidão no Brasil.

Art. 2º[editar]

Revogam-se as disposições em contrário.

Manda, portanto, a todas as autoridades, a quem o conhecimento e execução da referida Lei pertencer, que a cumpram, e façam cumprir e guardar tão inteiramente como nela se contém.

O secretário de Estado dos Negócios da Agricultura, Comercio e Obras Publicas e interino dos Negócios Estrangeiros, Bacharel Rodrigo Augusto da Silva, do Conselho de sua Majestade o Imperador, o faça imprimir, publicar e correr.

Dada no Palácio do Rio de Janeiro, em 13 de maio de 1888, 67º da Independência e do Império.

Princeza Imperial Regente.

Rodrigo Augusto da Silva

Carta de lei, pela qual Vossa Alteza Imperial manda executar o Decreto da Assembléia Geral, que houve por bem sanccionar, declarando extincta a escravidão no Brazil, como nella se declara.

Para Vossa Alteza Imperial ver.

Chancellaria-mór do Império.- Antonio Ferreira Vianna.

Transitou em 13 de Maio de 1888.- José Júlio de Albuquerque