A Dama do Pé-de-Cabra/II/V

Wikisource, a biblioteca livre
< A Dama do Pé-de-Cabra
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Dama do Pé-de-Cabra por Alexandre Herculano
Trova Segunda, Capítulo 5


Dois anos duraram guerras del-rei Wamba: foram guerras mui de contar.

E por lá andou o rico-homem com seus bucelários, que assim se diziam então acostados e homens d'armas. Fez estrondosas façanhas e cavalarias; mas voltou coberto de cicatrizes, deixando por campos de batalha gasta e consumida a sua valente mesnada.

E, atravessando de Toledo para Biscaia, seguia-o apenas um velho escudeiro. Velho e cheio de cãs e rugas também ele era, não de anos, mas de penas e de trabalho.

Caminhava triste e feroz no aspecto; porque de seu castelo lhe eram vindas novas d'entristecer e raivar.

E, cavalgando noite e dia por montes e por charnecas, por bosques e por jardins, imaginava no modo como descobriria se eram falsas ou verdadeiras essas novas de mau pecado.