A Falência/XXV

Wikisource, a biblioteca livre
< A Falência

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Falência por Júlia Lopes de Almeida
Capítulo XXV


Depois de dois anos de viagens pelos Estados Unidos, o capitão Rino desembarcou no Rio de Janeiro. Vinha outro, remoçado, lépido, despido do seu ar de ingênua rudeza. Havia agora no seu sorriso a mesclazinha de ironia que a perversidade do mundo ensina aos homens.

Catarina notou-lhe logo a diferença, ao conduzi-lo alegremente por entre os girassóis do seu jardim. Compreendeu a serenidade do irmão. Vinha salvo.

Na manhã seguinte ele lia alto um jornal, quando esbarrou com um anúncio para um concerto de Ruth.

Parou; ele soubera de tudo pelas cartas de Catarina, e, voltando-se, fixou nela os seus olhos claros. Houve uma troca de confidências entre os dois rostos mudos; depois, curvando-se um pouco para o irmão, a moça perguntou em voz baixa:

— Vai visitá-la agora?

Rino hesitou, e depois, com o tom mais natural do mundo, respondeu com outra pergunta:

— Para quê?...