A Princesa dos Cajueiros

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Princesa dos Cajueiros por Artur de Azevedo
Introdução


cômica em 1 prólogo e dois atos

Música de

Francisco de Sá Noronha


Representada pela primeira vez no Rio de Janeiro

Teatro Fênix Dramática em 6 de março de 1880


A JACINTO HELLER

oferece o Autor

[editar]

EL-REI CAJU

DOUTOR ESCORREGA, médico do paço

NHECO, mestre de cerimônias

MARCOS, pescador

VIRGÍNIA, uma mulher do povo.

UM PAJEM

UMA ENFERMEIRA


Conselheiros, ministros, fidalgos, cortesãos, damas do paço e amas de leite.

PERSONAGENS DOS DOIS ATOS[editar]

PRINCESA DOS CAJUEIROS

PAULO, pescador

DUQUESA DA GUARDA-VELHA

PETRONILHA }

} mulheres do povo
TERESA }

EL-REI CAJU

BARÃO DO BOM SUCESSO, médico do paço

NHECO, mestre de cerimônias

MARCOS, pescador

O ADVOGADO DA DEFESA

O ADVOGADO DA ACUSAÇÃO

1º MINISTRO

2º MINISTRO

3º MINISTRO

4º MINISTRO

UM LACAIO


Professores, gondoleiros, fidalgos, damas, lacaios, etc.

A cena passa-se na Ilha (imaginária) dos Cajueiros, os dois últimos atos vinte anos depois do prólogo